terça-feira, 26 de agosto de 2008

A alma encantadora do Benfica

A convite de minhas pernas, flanei pelas ruas do Benfica, em Fortaleza, bairro onde nasci e me criei, sob um céu proceloso de nuvens pálidas. Em Benfica deixei alguns de meus melhores amigos de infância, assim como por lá larguei uma infinidade de momentos excelentes. Com o coração castigado pela saudade, revivi com a memória alguns fatos que, não obstante o distanciamento histórico-temporal, ainda me comove sobremaneira. Não vos contarei a quais fatos refiro-me, pois não vos compete saber.

Apenas lhes digo que crescer em tal bairro foi uma experiência arrebatadora, uma oportunidade que aproveitei deveras a custo de suor e lágrimas, ora de alegria, ora de tristeza. Sem exagero algum, afirmo-lhes que, mesmo este mundo sendo bastante vasto, eu não saberia ter nascido em outro lugar se não lá. As ruas benficanas são um projeto inacabado para mim, e eu as completo com a alma todas as vezes que lá retorno, distorcendo-as e rememorando-as ao bel-prazer de meus sentimentos.

Um comentário:

www.manufaturanova.blogspot.com disse...

Benfica é curioso, a começar pelo nome... e tem cada labirinto partindo dai...=~